health

[automobilismo] [bleft]

Technology

[futebol][bsummary]

business posts

[futebol][twocolumns]

Nikola Pekovic, o novo dono do garrafão do Wolves


Conheça o pivô montenegrino que vem se destacando no Minnesota ao lado de Kevin Love

Vinicius Carvalhosa
Basquete (Pick and Roll)
Rio de Janeiro/RJ

O pivô vem muito bem. Foto: City Pages
Existe um outro jogador não chamado Kevin Love ou Ricky Rubio chamando atenção no Minnesota Timberwolves. O nome dele é Nikola Pekovic.

Tratado desde cedo como promessa, o montenegrino de 26 anos só começou a se destacar mesmo na atual temporada. Draftado em 2008 logo na primeira escolha da segunda rodada pelo próprio Wolves, Pekovic só chegou mesmo à NBA em 2010.

O pivô de 2,11m começou a carreira no modesto KK Atlas, de Belgrado, capital da vizinha Sérvia, onde atuou entre 2003 e 2005. Se transferiu para o mais proeminente Partizan, clube pelo qual jogou até 2008, e então chegou ao poderoso Panathinaikos, sua última equipe antes de ir para o basquete norte-americano. Em seus tempos de Europa, foi eleito o MVP da Liga Adriática de 2008, mesmo ano em que foi escolhido para o segundo time ideal da Euroliga. No ano seguinte, foi eleito para o primeiro time da principal competição européia. Chegou a jogar no Partizan novamente durante o locaute da NBA.

Com o amadurecimento gradual de seu jogo e a adaptação à liga, Nikola se tornou peça importante do garrafão do Wolves em 2011-12. Costuma anotar double-doubles com frequência, mesmo dividindo o garrafão com o fenômeno Kevin Love. O pivô começou a ganhar espaço quando o sérvio e eterna promessa Darko Milicic se machucou, no dia 25 de janeiro. Ele não desperdiçou a oportunidade e agarrou com tudo a titularidade, mesmo agora, com Milicic já recuperado. Ainda foi ajudado pela má condição física do veterano Brad Miller, que não se recuperou bem de uma lesão no joelho e vem jogando muito pouco.



Pekovic é um pivô muito físico, que usa sua força (pesa 132 kg) para ganhar espaço no garrafão. Pontua bem de perto da cesta, e é um defensor decente. Atrai faltas, mas também comete muitas, e não controla bem a bola. Porém, soube adaptar seu jogo para se tornar um titular muito útil, contrariando as expectativas de que seria apenas um reserva durante toda a carreira no basquete americano.

Recentemente, desde que começou a ganhar mais minutos, teve algumas atuações impressionantes, como os 27 pontos e 11 rebotes contra o New Jersey Nets, no dia 3 de fevereiro, e os 30 pontos, 12 rebotes, 3 roubadas e 3 tocos contra o Houston Rockets, no último dia 17.

Como prova irrefutável de que Pekovic evoluiu muito quando teve oportunidade, antes de ser titular suas médias eram de 7.4 pontos e 3.8 rebotes. Desde que ganhou a posição, passaram para 17.2 pontos e 10.4 rebotes. Números bastante maiores.

Por essas e outras, Nikola Pekovic merece que você fique de olho nele.

2 comentários:

  1. Ótimo texto!

    Pekovic tem sido peça fundamental do time desde a lesão do Milicic. Só nesse ano, antes do jogo contra o Utah, ele tinha 169 rebotes. e o mais impressionante: 95 deles ofensivos, absurdo. Olho nele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, valeu pela visita e pelo comentário Mr. Jungle.

      Excluir

Seja bem vindo ao Leitura Esportiva. Seu comentário é bastante importante para nós!

Comentários anônimos não serão mais aceitos.